Lendo de Cabeça para Baixo - Jo Patt

Oi vocês, 

Hoje vamos falar sobre um livro que eu gostei, mas não me surpreendi em momento nenhum. Em alguns momentos me senti confusa e até mesmo frustrada com a obra. Confira a resenha:

Título Original: Reading Upside Down
Autora: Jo Platt
Tradução: Angela Pessôa
Editora: Fábrica 231
Páginas: 288
Sinopse: A felicidade parecia estar batendo à porta de Rosalind Shaw naquele que deveria ser o dia mais feliz da vida dela. Abandonada no altar, sem qualquer explicação ou justificativa, a jovem mergulha numa depressão sem fim, daquelas de passar dias e dias largada à frente da TV, sem força para sair do sofá. Até que um dia seu amigo Tom propõe que ela se torne coproprietária de uma loja de livros antigos, numa cidade do interior. Ro aceita a proposta e se torna sócia de Andrew, o reservado amigo de Tom, e conhece novos amigos, capazes de mudar a vida dela para sempre. Uma história leve e divertida sobre sentimentos feridos e mal-entendidos, equívocos e perdões.

Lendo de Cabeça Para Baixo de Jo Platt traz a história de Rosalind Shaw, uma mulher que estava prestes a realizar o sonho de sua vida, mas foi abandonada no altar sem justificativa nenhuma. 
Após meses em uma depressão sem fim, ela começa a dar a pequenos passos para retomar as rédeas de sua vida. As coisas começam a engrenar quando Tom, seu amigo de longa data, lhe propõe que se torne coproprietária de uma livraria. Ela aceita a proposta e se torna sócia de Andrew.



Na livraria, ela conhece Georgina – ou George – e Joan, e se torna amiga das duas. Sua vida estava seguindo uma rotina até que um vizinho atropela e mata seu porquinho da índia. Quando Daniel vai se desculpar pelo incidente, ela está com um roupão antigo, uma toalha na cabeça e uma cara de auto piedade sem tamanho. 

“Me sinto um pouco como se estivesse sendo vista como mercadoria estragada, justamente quando estou começando a me sentir inteira outra vez”

A leitura dessa obra é leve e rápida, em alguns momentos me sentia confusa com o andar dos acontecimentos e acredito que isso tenha acontecido, pois a história se passa pelo ponto de vista da personagem principal, então só temos a visão dela sobre o enredo. 

A história é fluída e durante a leitura eu parei algumas vezes para entender se realmente estava entendendo o livro ou se tinha me perdido – estava em uma semana complicava psicologicamente falando e meu marido, querendo ficar do meu lado, vinha editar nosso podcast sem fone enquanto eu lia, isso fez com que eu me questionasse bastante – mas agora, depois que terminei a obra entendi que na verdade, a autora criou um enredo leve e em que as evoluções da personagem vão acontecendo sutilmente, tão sutil que as vezes é imperceptível. 

“Mas fora isso, não senti um pingo de pena de seus parentes imaginários, das suas tentativas fracassadas de rastrear animais selvagens, nem mesmo do não comparecimento do seu amigo na adega. A vida é cheia de decepções mas você tinha escolhas” 

Eu gostei de ter conhecido a Ros, pois ela é uma personagem humana. É possível sentir toda a dor que ela estava passando depois do incidente do casamento. Os personagens secundários trouxeram alivio e enriqueceram a obra. Fiquei feliz em ver os desfechos de cada um.

A escrita de Jo é leve e ela trata de assuntos fortes como superação e rancor de uma maneira natural, mas eu senti falta de um plot no meio da história. Como disse, senti como se estivesse perdendo algo ao longo da leitura. Não teve nenhum acontecimento espetacular até os três últimos capítulos e talvez isso seja apenas uma maneira da autora escrever que eu ainda não estou acostumada. 



O final eu achei bem amarrado e bonitinho. Ros, George, Daniel e Andrew são os que mais ganham destaques no enredo e fiquei feliz por eles. Ah, a família de Ros também foi um amor durante o livro. Escrevendo essa resenha eu percebo que o problema do livro foi ter tudo muito bom demais, sabe? Nenhum vilão para fazer a gente ter raiva. 

Minto, houve um momento de assédio e quase abuso sexual que eu fiquei muito brava e principalmente pelas pessoas acharem que, pelo fato não haver consumação, estava tudo bem. Não estava! Mas enfim....  Lendo de Cabeça para Baixo foi um bom livro para passar o tempo, mas eu senti que faltou algo a mais na história, um plot que me deixasse com falta de ar e ânsia para terminar o livro. E você já leu o livro?

“Acho que você sente tanta pena de si mesma o tempo todo que imagina que todo mundo sente” 

Lembrando que você pode comprar Lendo de Cabeça para Baixo clicando nesse link, isso me ajuda a manter o blog funcionando.

Beijinhos,

17 comentários

  1. Olá!
    Eu já tinha visto essa capa e achado super fofa, junto com o título eu achei que seria uma leitura bem divertida. Fiquei um pouquinho desanimada em ver que talvez seja algo tão leve que parece não ter algo que prenda.
    Talvez seja uma leitura boa para curar um ressaca literária, né?

    Beijos.

    https://www.garotasdevorandolivros.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi oi,
    adorei conhecer um pouco mais sobre o enredo. Não tinha lido a resenha da obra ainda, e vendo as suas palavras vejo que a obra é encantadora e tocante. Gosto de dramas e conhecendo Ros e George, com toda certeza vai me deixar com um aconchego no coração, com a história de superação deles.

    Beijoss, Enjoy Books

    ResponderExcluir
  3. Adorei a postagem, nçao conhecia o livro, mais gostei de ler sua opinião a respeito da história que por sinal me chamou bastante atenção, uma pena que falto algo na leitura para ser perfeita, dica anotada por aqui!

    ResponderExcluir
  4. Oi Ani!
    Não conhecia esse livro, gostei muito de sua sinceridade ao falar sobre o livro. Um livro leve é um desses que estou precisando para sair da ressaca literária, uma história de uma pessoa fictícia que pode ser bem real no cotidiano. Parabéns pela resenha, estou curiosa para saber como ela conseguiu sair dessa tristeza para continuar sua vida. Bjs!

    ResponderExcluir
  5. Eu já tinha visto algumas pessoas falando desse livro e devo dizer que, pela capa e pelo nome, seria uma daquelas leituras totalmente despretenciosas, mas pelo jeito não é bem isso.
    Mas mesmo assim, acho que pode ser uma boa leitura, quem sabe um dia eu arrisco a leitura, né!
    Adorei tua sinceridade e suas fotos ficaram muito bonitas!

    ResponderExcluir
  6. Oiieee

    Eu lembro que quando li esse livro, eu amei bastante, acho que tava no momento para uma leitura bem levinha e um detalhe que goste bastante foi ntar que a trama não se foca na deprê da Ros, mas sim quando ela já começa a se reerguer e decide seguir adiante. Eu achei bacana focar nisso e não tentar apresentar primeiro todo um drama. A escrita da Jo Platt é bem levinha mesmo, e pra mim funcionou muito. Quero ler outros livros da autora, nem que seja em inglês mesmo se não publicarem mais obras dela por aqui tão cedo.

    Beijos, Ivy

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem por aí?

    Não curto muito o gênero, mas vez e outra dou uma chance a livros do tipo. Achei essa capa muito fofa. Eu achei que alguns personagens me agradariam bastante, já outros iriam me irritar bastante haha. Adorei a resenha, acho que vou pesquisar mais sobre a obra pra ver se dou uma chance, porque estou tentando ver se dou uma chance a ler gêneros que não costumo ler sempre.

    Abraços!
    www.acampamentodaleitura.com

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bem? Eu não curto o gênero e não costumo lê-lo com frequência mas, pelo sua resenha parece que eu já tive contato com essa história ou com uma bem parecida com ela. E assim como você, não ficaria surpresa com o final, por ser muito simples e conhecido.

    Eu acredito que para o autor escrever um livro, ele precisa colocar elementos que o diferenciem de outros livros, mesmo que a temática seja conhecida, e no caso desse livro, não parece ter algo que prenda a atenção da gente, que faça sentirmos alegria pelas conquistas dos personagens.

    Viviane Almeida
    Resenhas da Viviane

    ResponderExcluir
  9. Oi Ani!!

    Menina eu nunca nem ouvi falar desse livro kkkk achei a capa dele até interessante, mas, pra ser sincero era tem tudo de um clichêzão água com açúcar, eu adoro clichê, mas sinceramente não gostei muito da premissa desse livro. Mas que bom que a leitura foi boa para ti e você consegui perceber a sutileza d autora em desenvolver a personagem!!

    Beijos!
    Eita Já Li

    ResponderExcluir
  10. A premissa desse livro me desperta muito interesse, pois imagina ser abandonada no altar? É algo que eu não quero nem pensar hahaha que pena que alguns momentos a leitura ficou confusa, mas apesar de gostar de narrativas intercaladas, também gosto de narrativas únicas. Espero ler esse livro em breve, pois uma leitura rápida e leve é tudo o que preciso.

    ResponderExcluir
  11. Oi Ani.

    Eu já tinha visto a capa deste livro e algumas resenhas positivas sobre a história. Gostei de saber que a leitura é leve, rápida e pela sua opinião também tem jeito de ser divertida. Vou anotar a dica.

    Bjos

    ResponderExcluir
  12. Acho essa capa bem fofa, mas acho que os pontos que te desagradaram, desagradariam a mim também. Quanto a cena de abuso, enquanto estiver na literatura e no cinema de forma romantizada e com essa desculpa da "consumação", isso vai continuar se repetindo na vida real, o que é um milhão de vezes mais grave e problemático.

    ResponderExcluir
  13. Oi Ani!
    Quando vi que você tinha voltado, eu não poderia deixar de aparecer por aqui! Fico tão feliz! Vamos trocar muitas dicas literárias novamente!!!
    Eu tenho esse livro no kindle desde quando ficou gratuito, mas se eu te falar que estou enrolando para ler, você não me julga né? kkkk
    E olha que tenho uma amiga que elogia demais, mas ainda não achei o momento certo de me jogar na leitura.
    beeeijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  14. oiiie!!!! To com esse livro na lista de leitura para esse ano, mas nao estou com tanta vontade de ler, pois as resenhas que leio dividem muito as opiniões, mas espero gostar qdo ler hahaha

    Brubs
    https://quemevcbrubs.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Olá, tudo bem? Eu acho que a primeira resenha com ressalvas que vejo da obra. Sempre vi elogios, e falando que é um enredo leve, mas a primeira vez com o fato de ser confuso. Também não curto muito quando tenho essa sensação na leitura. Gostei de saber que o final chega amarradinho com nenhuma ponta solta. Ainda não sei se quero conferir, mas quem sabe um dia?! Sua resenha está maravilhosa!
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Acho que eu já tinha visto esse livro em algum blog, mas só agora prestei atenção ao enredo. Entendo suas impressões, também estranho quando um livro não tem a estrutura que estamos acostumadas, mas fazer o quê né!?
    Fico feliz que de uma forma geral vc até gostou do livro. Parabéns pela leitura. Bjs

    ResponderExcluir
  17. Oi, tudo bem?
    Eu adquiri o ebook desse livro um dia que ficou gratuito na Amazon, mas confesso que ainda não animei ler. Vi várias pessoas recomendando e alguns amigos insistiram comigo para ler, mas a premissa não me atraiu. Que pena que algumas coisas te decepcionaram na leitura e que tiveram alguns momentos confusos também. Mas deu para ver que também não chegou a ser uma leitura ruim e adorei conferir sua resenha.
    Beijos!

    ResponderExcluir

Oi você, que bom que chegou até aqui, não esqueça de deixar um comentário.

- Criticas, duvidas, sugestões são sempre bem vindas!

Obrigada pela visita e volte sempre ;*

Contato: contato@entrechocolatesemusicas.com