O Estagiário - Lara Siriani

 Oi vocês, 

Desde que o universo literário me acolheu e eu tive oportunidade de conhecer pessoas incríveis e a Larissa Siriani é uma dessas pessoas. A gente não se fala todo dia, não sabemos detalhes da vida uma da outra, mas o carinho que eu tenho e a felicidade que sinto vê-la crescer é gigante (atormentar ela nos eventos literários é maravilhoso demais, inclusive saudades). Hoje vamos falar sobre o último lançamento dela pelo Kindle Unlimited.

Título: O Estagiário 
Autora: Lara Siriani
Editora: Independente
Páginas: 274
Sinopse: A única coisa que Luana quer é que seu chefe pare de lhe dar trabalho extra e deixe ela terminar a campanha publicitária de camisinhas coloridas a tempo do Carnaval. Mas quando ele resolve colocá-la para treinar o novo estagiário do departamento, ela não esperava encontrar um homem de parar o trânsito — senão pela beleza, então pelo comportamento pouco amigável. Como adora um desafio, Luana aposta com a melhor amiga que consegue fazê-lo se apaixonar por ela em menos de um mês. Mas ao final dos trinta dias, talvez as coisas não saiam exatamente como ela havia planejado...


Luana é uma comunicóloga – pessoa formada em comunicação – e eu, como atuo quase que na mesma área, prefiro referir assim, uma vez que seja no marketing, jornalismo, relações publicas ou qualquer outra profissão, você nunca atua só no que é formada, você faz o marketing e o design, e as fotos, e a edição dos vídeos e tudo isso junto sem tempo para respirar. Ela é responsável por uma campanha publicitária de camisinhas coloridas e só quer um pouco de paz para conseguir concluir a ação a tempo do Carnaval.




O antigo estagiário da empresa foi desligado por assédio e Luana fica responsável em treinar o novo coitado que vai cuidar das mídias sociais, o que ela não imaginava é que Nicolas seria um homem um pouco mais velho que a média dos estagiários já contratados, lindo e de poucos amigos. 

Toda essa combinação faz com que Luana tente conquistar o rapaz que já de cara informa que não está afim de relacionamentos com colega de trabalho. A protagonista então resolve apostar com sua melhor amiga que vai conseguir fazer com que ele se apaixone por ela em 30 dias. 

Bom, primeiramente, só a Sereiani para me fazer comprar livros com modelo sem camisa na capa. Eu já disse aqui em algumas resenhas que eu tenho um preconceito enorme para esses livros, mas eu sei que é interessante para o mercado. Confesso que comecei achando que era mais um clichê de relacionamento empresarial com uma aposta, mas eu me surpreendi DEMAIS durante a leitura.

Eu preciso dizer que acho que esse título e a capa não faz jus ao enredo tão complexo e envolvente que há no livro e digo isso, porque eu aposto que muitas pessoas ao se deparar com a capa ou a sinopse vai achar o mesmo que eu. Só que o livro é muito mais. Há, sim, muito sexo e desejo no desenrolar do enredo, mas para mim, tudo isso ficou de lado ao me deparar com um assunto tão delicado quanto o assédio moral que Luana sofre na empresa.

Como uma mulher gorda, eu preciso muitas vezes trabalhar na mente e relevar diversos comentários em relação ao meu corpo. Comentários que já vieram de familiares e de chefes, que acham que não estão fazendo nada demais, mas não compreende como pode machucar. Hoje, sou debochada e conhecida como “bocuda” uma vez que respondo sempre na lata, claramente eu mantenho a pose e depois vou chorar no banheiro, mas estamos evoluindo. 

Além do assédio moral em relação ao corpo com piadinhas machistas, Luana também não tem seu trabalho valorizado pelo chefe que gosta de humilhar ela na frente de toda a equipe, anos convivendo com isso, fez com que ela aprendesse a não se importar e relevar e até mesmo esboçar um sorriso amarelo para fingir que não se importa. Quem nunca, né?

"Por menor que seja o cargo, o mundo corporativo é sempre bondoso demais com os homens"

Nicolas já é um homem decidido, sabe o que quer e devido um relacionamento no passado, acha que não é correto repetir a dose nessa nova empresa. Luana toma isso como um grande desafio e o desejo dos dois afloram durante o enredo vai avançando.

"Porque eu posso evitar você no trabalho, posso te evitar na rua, posso te evitar na internet. Mas não consigo evitar te querer"

Tem algo nos livros da Larissa que eu amo: ela é direta. Tudo é muito bem descrito, nada passa corrido e você se envolve de uma forma que não consegue parar mais de ler. É impossível não se identificar com as personagens. Em algum momento você consegue se imaginar passando pela situação ou com os mesmos pensamentos e eu acho que é ai que a magia da literatura acontece. 

Claramente nem tudo são flores, por diversos momentos eu odiei a Luana com força. E isso aconteceu por ser muito parecida com ela, mas me incomodou a forma como ela sempre afastava tanto a melhor amiga quanto Nicolas, o tanto que ela achava que tudo era culpa do próximo e sempre explodia achando que tinha razão. E principalmente por dificilmente não dar braço a torcer quando estava errada. 

"Não sei para onde estamos indo, mas sei que qualquer lugar sempre vai ser o melhor destino se ele estiver do meu lado"

Sobre as cenas de sexo, muito bem escritas, delicadas e eu não tive vontade de pular nenhuma! Parabéns, Larissa!! AMEI a cena do chuveiro, ninguém transa no chuveiro, a Globo mente para vocês gente... E me senti representada nas cenas de ciúmes, muito representada. 

"Não tem ensinamento feminista nenhum que me impeça de pensar "garota falsa do caralho", mas me forço a sorrir de volta"

A obra é incrível, tem um enredo maravilhoso e uma escrita sensacional. Nunca me arrependo em ler algo da autora. Estava numa fase bem bunda da vida e foi O Estagiário que me tirou de uma ressaca – e me colocou em outra – parabéns pelo livro Sereiani. Te amo.

Se você se interessou pela obra, adquira através desse link e ajude o blog a se manter no ar.

Beijinhos,

9 comentários

  1. Oi Ani, sua linda, tudo bem?
    Eu sei que machuca, mas vou dizer algo para você: quando as pessoas fizerem esses comentários pense que não é sobre você, é sobre elas. Pois são elas que possuem o sentimento e foram elas que escolheram dizer essas palavras. Isso só mostra o tipo de pessoa que elas são, e não você. Um livro passa verdade quando conseguimos nos identificar com a personagem. Foi isso que chamou minha atenção. Vou colocar na lista.
    bjs.
    cila.

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Já tinha lido a respeito desse livro, gostei muito da indicação! Tinha vontade de ler antes, agora então é que eu quero! rs
    Bjos
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  3. Oi Ani.

    Eu te compreendo porque também sou gorda e as pessoas sabem serem cruel e preconceituosas com comentários. Eu gostei bastante da sua indicação porque eu não conhecia e já estou adicionando na lista de desejados. Obrigada pela dica.

    Bjos

    ResponderExcluir
  4. A capa e a sinopse não me atraíram nada e a história em si não é do tipo que estou lendo nesta fase da minha vida. Mas deu para perceber o quanto você amou a história e o bem que ela te fez, e isso é essencial, que uma leitura nos faça bem. Gostei do fato da autora abordar o assédio moral, algo pouco mencionado nos romances.

    Da autora eu só li O Amante da Princesa e gostei bastante.

    ResponderExcluir
  5. Eu acredito que não iria me sentir confortável esse livro, justamente por conta do ambiente e o tema. Já vivi pesadelos no mundo corporativo e tento "resolver" até hoje na terapia. Mas gostei do seu posicionamento e considerações

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    Eu também era uma dessas pessoas que julgava esse tipo de livro pela capa, de vez em quando ainda faço isso, é difícil não associar. Confesso que gostei bastante pela resenha e com certeza lerei!

    ResponderExcluir
  7. Oi Ani!
    Conheço a autora, mas ainda não li nenhum livro dela, gostei muito de saber que a capa não faz jus ao que está dentro do livro, assim como você fico meio ressabiada de comprar. Adorei suas impressões estou curiosa para saber o desfecho dessa história e como Luana fica por cima de todas as humilhações. Obrigado pela dica, parabéns pela resenha, bjs!

    ResponderExcluir
  8. Oie, tudo bem? Não conheço a autora mas achei bem interessante os temas que ela abordou durante a trama. Falar sobre o mundo corporativo é um tanto complexo ainda mais quando se trata de preconceito, bullying, e outras situações pelas quais passamos. Não lembro de situações sobre minha aparência, mas pelo meu sotaque foram várias vezes. Hoje já não ligo. Um abraço, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  9. Oi, tudo bem?
    Eu sempre vejo muitos elogios para a escrita da autora e tenho muita vontade de conhecer. Confesso que a premissa desse em si não me atraiu muito, mas lendo sua resenha foi impossível não ficar com vontade de ler. Que bom que gostou tanto da leitura e que a escrita da autora foi tão envolvente. Vou anotar a dica.
    Beijos!

    ResponderExcluir

Oi você, que bom que chegou até aqui, não esqueça de deixar um comentário.

- Criticas, duvidas, sugestões são sempre bem vindas!

Obrigada pela visita e volte sempre ;*

Contato: contato@entrechocolatesemusicas.com